•  
  •  
 

Abstract

Vários factores se conjugam na tentativa de explicação do desenvolvimento e difusão de princípios e métodos de organização científica do trabalho nas várias realidades nacionais. Cruzando temáticas paralelas que se cruzam e articulam, propomos um olhar sobre o impacto do desenvolvimento do sector da consultoria nos Estados Unidos da América e na Europa Ocidental como um outro factor a ter em conta na compreensão da evolução da organização científica do trabalho no pós Segunda Guerra português.

A tese essencial que propomos baseia-se no facto da difusão da organização científica do trabalho em alguns países europeus, entre os quais Portugal, estar relacionada com o desenvolvimento do sector da consultoria em organização que, no seu processo de crescimento, procurava novos mercados e clientes. De facto, sendo este um negócio que ganhou maior visibilidade com o desenvolvimento da organização científica do trabalho, acaba por ser um dos elementos responsáveis pela sua expansão internacional, numa relação de cumplicidade que também em Portugal se torna visível.

Metodologicamente, começaremos por identificar as origens das firmas de consultoria em organização, a sua transferência dos Estado Unidos da América para a Europa e a sua expansão no velho continente, finalizando com uma análise mais aprofundada sobre o caso português, notando o papel que estas firmas tiveram no processo de difusão e desenvolvimento da organização científica do trabalho no País.

Share

COinS